Editorial

Studium 36 traz reflexões sobre desdobramentos do fotográfico em fronteiras incertas (faço empréstimo do termo, em referência à recente e instigante curadoria, em cartaz, de Helouíse Costa, no MAC/USP), e também, me parece, inseguras e ampliadas. Certezas e seguranças, ou ainda, reduções, são pouco para a cirurgia ótica de nossos tempos. Interessa compreender as operações, sermos um pouco autocirurgiões de nossos próprios olhos, e deixar que a gosma, aparentemente neutra do olhar cortado, ganhe sentido e que os cortes e as cicatrizes do bisturi aprofundem nossa compreensão da vida tela. Os artigos publicados nessa edição são reflexões dos pesquisadores/as do Grupo de Pesquisa “Fotografia: Hibridismos e Intertextualidades” (Diretório dos Grupos de Pesquisa - CNPq).

A imagem de referência de nossa capa induz a um olho cirúrgico, como prótese ocular, como óculos tela em conexão, como lente de contato inteligente, o que nos parece algo normal, resultado dos avanços tecnológicos, mas o olhar também é circunstanciado, com excesso de informações e alterado desde o famoso “Olho de Kepler”, associado à câmara escura e ao universo.  Quando Buñuel, em êxtase, corta com uma navalha o olho de uma mulher, abre-se para o oculto, para as sombras do inconsciente. O passo para o inconsciente ótico, ou aquilo que nos aparece através de biombos pouco transparentes, coloca a tela como lugar da performance contemporânea. Somos tela, somos prótese, e já tivemos nosso olho cortado, costurado, programado e higienizado. O dispositivo ótico, imposto desde a caverna platônica, encontra sua continuidade em tempos recentes concretizado na profética e imensa lente (um condensador ótico) da obra de Salvador Dalí (“Sala de Mae West”, Teatro Museu Dalí, na cidade de Figueres).

Agradeço aos autores, companheiros de viagem dessa edição, o compartilhamento de ideias e desafios: Adriel Martins Visoto, Érico Elias, Fábio Gatti, Fernanda Grigolin, Gabriel Pereira, ​​Gabriela Coppola, Paula Cabral e ​Susana Dobal.

Fernando de Tacca

fechar editorial

Expediente Studium 36
ISSN: 1519-4388
julho de 2014

Imagem da capa obtida de: LOPES, João França et al. Estratégia de capacitação em cirurgia palpebral baseada em modelo animal. Arq. Bras. Oftalmol. [online]. 2004, vol.67, n.3 [cited  2014-06-05], pp. 437-440.  ISSN 0004-2749. 
Arte da capa: Fernando de Tacca e Lygia Nery

Equipe Studium:
Coordenação Editorial: Fernando de Tacca
Comissão Editorial: Iara Lis Schiavinatto e Mauricius Farina
Assistente Editorial e Revisão: Paula Cabral Tacca
Consultoria Bibliográfica: Maria Lúcia N. D. Castro
ß-tester PC: Rogério Simões da Cunha
Estagiário: Gabriel Pereira
Suporte Técnico e Programação: Daniel Roseno da Silveira
Webmaster e designer: Lygia Nery

Conselho Editorial:
Adilson Ruiz
Eduardo Castanho
Francisco da Costa ( FUNARTE/RJ)
Haenz Quintana Gutierrez ( UFSC)
Hélio Lemos Sôlha ( UNICAMP)
Helouise Costa - ( MAC/USP)
Joel La Lana Sene; ( USP)
Luiz Eduardo Robinson Achutti ( UFRGS)
Massimo Canevacci - (Universidade La Sapienza, Roma)
Maria Eliana Facciolla Paiva - (ECA / USP)
Milton Guran ( Cândido Mendes/RJ)
Rubens Fernandes Junior ( FAAP/SP)

Laboratório de Media e Tecnologias de Comunicação
Dpto. de Multimeios / Instituto de Artes da Unicamp

fechar expediente