Na pele da imagem: fotografia e anacronismo

Resumo

Este artigo considera refletir sobre a experiência plástica da fotografia como experimentação cromática através de dois importantes fotógrafos do f:64 relacionando estas experiências com a busca de uma autonomia formal. Trata também do desvio poético nas imagens constituídas através de uma relação com a ideia de tempo como suspensão e ocorrência fenomenológica, tendo como pano de fundo o contexto de uma produção estética na fotografia moderna.

 

Abstract

This article is a reflection on the photography plastic experience as chromatics experimentation by two main f:64 photographers relating these experiences with the quest for a formal autonomy. It also deals with the deviation poetic images formed through a relationship with the idea of time as suspension and phenomenological occurrence, having as background the context of an aesthetics production in modern photo.