Previous Home Next

04
Entre as duas porta-bandeiras desfila uma moça com uma bela fantasia cintilante com duas grandes asas, como um destaque de escola de samba dos anos 50. Um dos irmãos Amaral, os organizadores do desfile, marca o ritmo com um apito, enquanto os outros dois, exatamente como nas escolas de samba, percorrem o bloco para não deixar atravessar a marcha, que todos cantavam a plenos pulmões, em bom português: A sociedade brasileira está na rua/venha ver/venha gostar/o brinquedo é delicado/para quem, para quem/gosta de ver. Com uma ênfase toda especial na palavra brasileira.