acrescente seu comentário

Nome: Ana Maria Schultze
Email: anita@arte-educar.art.br
Website: http://www.arte-educar.art.br/
Mensagem: Fernando,

Aqui estou, (re)visitando o Big Brother. O conceito é muito legal, e tem um ponto fortíssimo: a possibilidade do espectador atuar, seja no local ou remotamente, via web. Essa co-autoria é muito significativa, cria uma nova relação entre a obra, seu autor e o fruidor/leitor.

As imagens me lembraram muito as imagens do Odires, sobre as
quais escrevi o trabalho de conclusão de sua disciplina: máscaras sem olhos, ressignificadas, extraídas de um contexto e inseridas
em outro.

Vi no projeto que há a possibilidade dele ser montado em novos locais. Ele ainda está exposto presencialmente, na Unicamp? Quero levar para outro lugar!

Parabéns!!

beijo

Ana Maria Schultze

Nome: Aureliano
Email: aureliano@bananadigital.com.br
Website: http://www.bananadigital.com.br/
Mensagem: Gostei da idéia de interagir com estas imagens que são tão pacatas e deterioradas nos postes em contraposição ao alrde que a midia nos deu. Em especial hoje, 11/09 é é bom ver a deconstrução destes ícones.

Nome: Lilia
Email: musicaintempo@hotmail.com
Website:
Mensagem: Bacana o trabalho!! Aproveito para parabenizar a equipe. Na galeria: tem uma interferência linda: o cartaz em tom verde, estilhaçado (!), outro em tom verde, outro em prata...a violência de todas formas estilhaça o mundo...e uma arte multimídia anonimamente a retrata...valeu!!

Nome: Sílvia
Email: silviacesar@uol.com.br
Website:
Mensagem: Das fotos emergem uma desconstrução presente no esquecimento, esquecimento da memória.
Ruínas...
Ruínas que estamos inseridos, a qual sustentamos e reproduzimos... Ruínas.
Somos a própria ruína!
Um papel rasgado... Uma ruína... A desconstrução...
Desconstrução dos aparentemente opostos. Os mesmos.
A memória do esquecimento. Esquecimento expressado pelo instante. Esquecimento que persiste. Persiste num oco humano, há quilômetros de distância das vidas dos homens comuns que passam o dia inteiro perdido em preocupações laboriosas.
Distância presente. Presente nos mesmos, mesmo que distante. Presente naquele momento em que havia núpcias da morte. Há também a tranquilidade silenciosa atravessando aspirais do tempo e espionando horizontes desconhecidos; mas há olhares que não são vistos.
A presente distância ecoa ao passo do tempo.
Uma decisão se anuncia...
Ruptura? Diferença? O mesmo? Separação? Fusão?
Tudo em movimento e condensado neste instante da memória.

Nome: Marcelo Eduardo Leite
Email: marceloeleite@hotmail.com
Website:
Mensagem: Fernando.

A grande pergunta é:

Por quem os tambores tocam? Pelo referente, impregnado de significados presos aos extremos do pensamento, pela segunda camada, fruto das múltiplas intervenções da \"natureza\" sobre a imagem reproduzida em série ou pelo olhar antropofágico que deglute e devolve um significado legitimamente condenado a eterna reconstrução.

Abraço.

Marcelo

Nome: Paulo Múmia
Email: paulomumia@pedraviva.fot.br
Website:
Mensagem: Grande Tacca,
Fui seu aluno na primeira turma da Pós do Milton Guran. E apartir daí comecei a acompanhar as suas iniciativas e trabalhos no studio. Pois bem, não entendi direito do que se trata esse big brother, mas com certeza é coisa boa. E vou ler e reler até entender e poder participar também. E pode ter certeza que irei encaminhar para o mair número de pessoas possíveis.
Um abraço
Paulo Múmia

Nome: Nuno Godolphim
Email: nunotrix@matrix.com.br
Website: http://nunotrix.trix.net/
Mensagem: Grande Fernando, o trabalho está bem legal. Se me permite uma opinião eu só acho que o portal de entrada não está muito \"legível\", está muito formal e te obriga a ler primeiro para saber o que se tem que fazer. Foi só depois de me lembrar dos tambores que atinei que tinha que toca-los.
Eu sugeriria que a primeira página tivesse um grande tambor e a indicação \"Toque o tambor e descubra quem é o BigBrother?\"
E colocaria as outras informações gerais em baixo da linha de tambores. Quem sabe uma tipografia mais agressiva também!
Mas o conceito é excelente. Boa sorte.
Um grande abraço,
Nuno

Nome: marta fontenele
Email: martafonte@hotmail.com
Website:
Mensagem: Caro Professor Tacca

Parabéns pelo projeto. Considero uma iniciativa inédita no âmbito da discussão sobre inclusão digital, e democracia do olhar. Contudo, gostaria de apontar uma sugestão para que melhorassem os sinais da primeira tela. Não está clara para o internauta a intenção e valorização do uso da imagem. Não consegui acessar novas imagens.

Nome: Maria Lucia Figueiredo Fagundes
Email: mafagu@iar.unicamp.br
Website:
Mensagem: Gostei muito da proposta de interatividade digital e achei super oportuna a escolha do tema. Muitas vezes tive vontade de rabiscar essa imagem em algum poste e não tive coragem. eis a chance! parabéns a equipe!

acrescente seu comentário

conceito | apresentação presencial | galeria de fotos alteradas | BB arg - versión argentina